Blog

Qual é a droga que mais mata no mundo?
Qual é a droga que mais mata no mundo

Qual é a droga que mais mata no mundo?

Qual é a droga que mais mata no mundo?


Com uma diversidade de substâncias psicoativas disponíveis no mercado, atraindo cada vez mais usuários e os tornando escravos do vício, é comum que as pessoas se perguntem qual é a droga que mais mata no mundo atualmente. A resposta vai surpreender você ao longo deste artigo.

Inicialmente, necessita-se entender que, por mais que haja uma variedade grande de drogas lícitas e ilícitas no mercado, apenas existem três formas de sentir as “vibes” ou viagem das drogas. Tudo isso ocorre por conta da maneira como os neurotransmissores se comunicam e como as substâncias psicoativas interferem em suas sinapses.

Deprimir, estimular ou perturbar os sentidos são os poderes das drogas no mundo atual. Umas com maior intensidade, outras com menos. Contudo, com o mercado do tráfico vem se adequando cada vez mais aos consumidores, há mudanças ocorrendo significativamente na produção das substâncias e na potência das mesmas. Quanto mais poderosa é a droga, maior a “brisa” e consequentemente uma chance de manter o mercado de consumo aquecido.

Infelizmente, apesar das drogas ilícitas serem devastadoras, existem drogas que não tem a mesma potência de “levar uma pessoa para o buraco” com tanta rapidez, mas que ao mesmo tempo, podem levar o indivíduo à morte de maneiras terríveis. Estas são o cigarro de tabaco e o álcool.

os poderes das drogas

 

  • Neurônio com Drogas

  1. Uma vez no cérebro as drogas são capazes de se encaixar nos receptores dos neurônios de modo específico. Estimulando, inibindo ou perturbando-os

  2. Existem substâncias que atuam indiretamente, e que lentamente fazem com que os mesmos tenham uma dificuldade de retorno ao estado de origem.

  3. Independente da droga e do mecanismo de ação, o resultado é a ocupação dos receptores de uma maneira maior que o convencional

  4. Se a droga encaixar perfeitamente no receptor do neurônio, além de interferir em seus mecanismos, a droga vai deixar o próximo neurônio excitado. Se for uma droga que deprime, ela vai deixar o próximo neurônio apagado. E assim começa uma reação em cadeia.
    (Tarso Araújo – O Almanaque das Drogas página 167)

Pode parecer um tanto quanto técnico, mas é necessário compreender esses aspectos das drogas para posteriormente conseguirmos chegar ao ponto, o de qual droga que mais mata no mundo. E apesar de existirem inúmeras substâncias, a que mais mata atualmente é a lícita.

Um almanaque para você conhecer mais sobre as drogas

Agora que você já sabe como é a ação das substâncias psicoativas nos neurônios, segue um almanaque para você conhecer mais sobre as drogas e o seu potencial de destruição. Lembramos que as drogas independem de licitude, já que algumas podem ser compradas em ambientes totalmente licenciados e legais.

  • Álcool

Bebidas alcoólicas são drogas depressoras e tem baixo teor de dependência. Dificilmente matam por overdoses e tem taxa de dependência não definida, pois demora-se um tempo para se tornar um alcoólatra.

  • Anfetamina

Ritalina e Concerta como as mais populares no Brasil, são os famosos “rebites”. Drogas estimulantes e com alto teor de dependência. Matam por overdose facilmente causando infarto. Existem pessoas que tomam 50x mais em estágio avançado de dependência.

  • Cafeína

Lícito e na mesa de muitos brasileiros pela manhã, a cafeína é uma droga estimulante. Cerca de 80% da população mundial toma café com cafeína. Entretanto sua dependência é baixa, pois seu consumo não desencadeia um consumo compulsivo.

  • Cocaína

Estimulante e com altas taxas de dependência, em torno de 36%, a cocaína atua no córtex pré-frontal. Fazendo com que os usuários sintam um prazer ao fazer o seu consumo. Pode matar por overdose e infarto.

  • Ecstasy

MDMA, Bala ou Pastilha – é uma droga estimulante com efeitos de longo prazo, podendo durar por até 8 horas. Não há estudos que comprovem a dependência mas os riscos de utilização dessas drogas. O corpo esquenta tanto, que o usuário sente muita sede, e combiná-la com o álcool pode ser fatal.

  • LSD

Ácido, doce ou passaporte é uma droga perturbadora. A viagem é longa e pode trazer bad trips. Deixando o usuário vulnerável. Apesar de sua taxa de dependência ser baixa e não trazer riscos diretos, é comum o usuário sofrer acidentes, porém alguns, podem ser fatais.

  • Maconha

Com uma taxa de dependência de 10% a cannabis sativa é uma droga perturbadora do SNC (Sistema Nervoso Central). Consumida mundialmente sem relatos de overdose. Contudo a droga prejudica a memória dos usuários

  • Sedativos

Os calmantes são medicamentos mas também são usados como drogas. Os barbitúricos têm elevadas taxas de dependência e podem levar à morte. São utilizados normalmente para relaxar, mas indivíduos que têm tendências suicidas os utilizam para realizar o ato.

  • Tabaco

O consumo mundial de tabaco é em média de 12 milhões de cigarros por minuto. Como a nicotina está presente no produto, recorrer o ao uso frequentemente é uma das funções do cigarro. Os riscos são altos como: derrames, infarto e câncer.

O ranking das drogas que mais causam mortes no Brasil

O ranking das drogas que mais causam mortes no BrasilPara saber qual é a droga que mais mata no mundo, vamos apresentar o ranking das drogas que mais causam mortes no Brasil, no mundo não é diferente. Lembrando que não necessariamente estão associadas a overdoses. Mas sim a causa de mortes relacionadas às mesmas.

De acordo com o Sistema Único de Saúde brasileiro (SUS), e o INCA (Instituto Nacional do Câncer) o cigarro de tabaco é altamente prejudicial para a saúde. Apesar de lícito, é uma das drogas que mais traz prejuízos crônicos à longo prazo para os usuários. Câncer de pulmão, derrames e outros problemas relacionados à saúde estão ligados diretamente ao cigarro. Assim, ele é a droga que mais mata no brasil e consequentemente no mundo, ocupando a primeira posição.

O álcool segue o mesmo princípio, ocupando o 2° lugar. Ao longo dos anos, os dependentes do álcool podem desenvolver diversos distúrbios da saúde crônicos como cirrose hepática, câncer, doenças cardiovasculares e diabetes.

Em 3° lugar está o crack no Brasil. Apesar da droga ser poderosa e ter alto teor de dependência ela não causa overdoses. Porém, a pessoa literalmente larga a vida em prol da substância. Vivendo nas ruas e marginalizada socialmente, os dependentes de crack morrem devido a doenças sexualmente transmissíveis não tratadas como o HIV, violência e assassinatos.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.